Musculação para corredores

Há tempos existe uma crença de que musculação é treino apenas para as pessoas que pretendem conquistar um físico forte e hipertrofiar a muscular. Na corrida, atletas amadores tendem a acreditar que a musculação deixa o corpo pesado limitando os movimentos para a corrida. Mas existem diversos tipos de treinos voltados para cada objetivo traçado. E desenvolver força muscular é essencial para corredores. Durante a corrida, o atleta atinge alta intensidade, as de longas distâncias exigem ainda mais do corpo, os movimentos são repetitivos e as articulações sofrem com o choque da pisada no solo. Neste caso, a musculatura enfraquecida prejudica os joelhos, as costas, quadris e tornozelos que são as articulações que sentem mais as pisadas, sem contar que a postura também é comprometida, problemas que podem causar lesões e disfunções futuras.

Técnicas

O fortalecimento muscular é importante em todas as fases da corrida, para se tornar um corredor, é necessário adquirir algumas técnicas da modalidade. Quando corremos, movimentamos o corpo inteiro dos pés à cabeça, ou seja, todos os nossos músculos precisam ter força. A corrida exige postura ereta e firme, a cabeça permanece reta e centrada traçando o percurso. Os ombros são lançados para frente e para trás em ritmos contínuos. Os cotovelos ficam flexionados e as mãos levemente fechadas. Para manter o corpo firme é preciso enrijecer o abdômen. Diferente do que se pensa, não é o tronco que deve se movimentar com pequenas rotações, mas sim, os quadris.

Se todos este conjunto de músculo estiver fraco, as lesões começam a aparecer e limitam o atleta de praticar o que ele mais gosta. É indicado que quem pratica corrida pratique pelo menos três vezes por semana a musculação. O ganho de força ajuda o corredor a gastar menos energia e ter melhor desempenho.

Treino
Todo treino deve ter a orientação de um profissional de educação física. Não há necessidade de abusar de pesos, geralmente os exercícios para corredores são compostos de cargas leves e com cerca de 10 a 15 repetições, afim de fortalecer os músculos, para que possam aguentar bem os impactos. Exercícios de isometria muscular também são bem-vindos, eles ajudam a dar resistência para as regiões em questão.

Músculo forte
A musculação é uma aliada da corrida, seja curta ou de longa distância. Ajuda a proteger o corpo das lesões mais comuns causadas pela corrida. As articulações são envolvidas por músculos que se estiverem fortes, estabilizam as regiões contra os choques. Então fortaleça o seu corpo, aposte em exercícios para as regiões mais atingidas:
– Ombros;
– Dorsais;
– abdômen e lombar;
– flexores do quadril;
– adutores e abdutores;
– tibial anterior;
– quadríceps (coxa);
– posterior coxa;
– glúteos;
– panturrilhas;
Não se esqueça de pedir uma série de alongamento para seu professor, o alongamento é essencial para relaxar a musculatura após o treino, além disso, melhora muito a flexibilidade corporal. Ao adaptar os exercícios de musculação em sua rotina, suas corridas ficarão menos cansativas e com melhor rendimento. Você só tem a ganhar.

Compartilhe

Deixe uma resposta