A rotina intensa dos atletas de alto-rendimento

Correr, nadar, treinar artes marciais, jogar basquete, handball e qualquer outra prática esportiva, quem faz pensa sempre em buscar evoluções. Mas quase sempre a prática das atividades físicas é por prazer. Estes desportistas se inscrevem em provas de corrida, por exemplo, por pura satisfação de cruzar a linha de chegada, manter a adrenalina e o corpo em forma. Diferente de um atleta de alto-rendimento que ganha a vida com o esporte.

Ao atletas de alto-rendimento passam grande parte de suas vidas em treinamento, independente do esporte, se o objetivo é chegar em um nível máximo, é preciso dedicar horas do dia-a-dia aperfeiçoando as técnicas. Na maioria dos casos o maior objetivo deles é conquistar um espaço nas olimpíadas ou eventos de grande porte.

Mas para atingir conquistas como estas, o esportista se dispõe há muitos sacrifícios, os treinos exigem um gasto alto de energia, muita disciplina, tempo disponível e dedicação total ao esporte. E o preparo para chegar ao topo não para por aí.

Dieta ideal

Junto com o acompanhamento de um nutricionista esportivo, o atleta deve fazer uma dieta equilibrada, e isso não significa restrição alimentar, a nutrição deve ser completa composta de todos os nutrientes necessários. As refeições são feitas em horários corretos sempre pensando em repor proteínas, carboidratos, vitaminas, cálcio e outros componentes fundamentais para ter energia durante os treinos e nenhum tipo de deficiência alimentar. Por isso é tão importante um especialista para o desenvolvimento do cardápio certo para cada atleta, pensando no esporte que pratica. E isto funciona de pessoa para pessoa.

Hidratação

Durante os treinos e a prática esportiva perde-se muito líquido e sais minerais, é preciso repor estes gastos, mas acima de tudo manter-se sempre hidratado. Água é um item indispensável para levar as trenos. Também é comum o consumo de outras bebidas, como os isotônicos para reposição dos sais minerais.

Compromisso

Pontualidade é lei. Todo atleta de alto-rendimento deve ser organizado com seus horários. Atraso não é uma opção, muitas vezes recebem até punições por poucos minutos de atraso.

Fator psicológico

O atleta de alto-rendimento desempenha muitos sacrifícios diariamente, e mais do que uma performance perfeita, ele precisa ter equilíbrio psicológico. Os treinos são desgastantes, exaustivos, e em diversos casos precisam viajar por muito tempo longe da família e amigos. São horas e horas de treinamento intenso que ultrapassam todos os limites do corpo e da mente. Não á para todo mundo.

Lesões

Embora estes atletas de alta-performance façam coisas inimagináveis com o corpo, não possuem a saúde de ferro, a alta intensidade dos exercícios desgasta e causa lesões. É comum que esses tenham problemas articulares e osteomusculares, por isso é tão importante que façam acompanhamento médico com frequência. A verdade é que este atleta aprendem a conviver com a dor, e isto também faz parte da sua rotina.

Compartilhe

Deixe uma resposta