Superação de Melissa Stockwell, Tricampeã Mundial do Paratriatlo

No ano 2004, em 13 de abril, a soldado norte-americana Melissa Stockwell sofreu amputação da perna esquerda acima do joelho, em resultado do ataque a bomba no Iraque. E poderia se caracterizar o final da história da Melissa, de 24 anos na época, que fazia prática de ginástica pela adolescência e pensava nas Olimpíadas.

No entanto, após 11 anos, Melissa está ganhando medalha de prata em evento-teste de paratriatlo, com localização em Forte de Copacabana. E não se trata ainda do final da história para Melissa, pois a mesma deseja subir mais uma vez ao pódio, em Jogos Paralímpicos Rio 2016.

E no decorrer da própria recuperação em hospital por Bagdá, Melissa decidiu que tinha sorte. A mente dela se encontrava intacta. E esta decisão auxiliou na superação de várias cirurgias e infecções à frente, até os passos iniciais usando prótese, em 52 dias depois da amputação da perna. E, andar parecia pouco.

Ela esquiou em Colorado, fez percurso de bicicleta de mão em maratona de Nova York, e anos depois, atravessou correndo, usando prótese. No ano 2005 teve contato com Jogos Paralímpicos por meio de programa de militares e veteranos do Comitê Olímpico dos Estados Unidos. Com vista em Jogos Pequim 2008, ela iniciou a escrever um capítulo novo para a própria vivência.

Em 2008 ela se firmou como primeira veterana da guerra do Iraque a ter classificação aos Jogos Paralímpicos. E nadou 100 m livre, 400 m livre e 100 m borboleta em Pequim, e na data 17 de setembro, segurou a bandeira norte-americana em cerimônia encerrando o evento.

De novo, era apenas o início. Melissa adicionou a corrida e bicicleta para natação, se transformando em atleta de triatlo. Em classe PT2, que faz inclusão de amputados acima do joelho, Melissa se destacou tricampeã mundial, em 2010, 2011, 2012, com eleição por 2 vezes de paratriatleta do ano.

No próximo ano, ela almejou ainda mais alto, com conclusão de Ironman de paratriatlo, que adiciona impressionantes 3,086 km da natação, 42,200 km da corrida, e 180,025 km da bicicleta.

No final do ano 2014, ela teve um filho. No mês agosto de 2015, Melissa decidiu nadar, pedalar e correr em Copacabana. Fez divisão do pódio com as americanas Hailey Danisewicz que foi ouro, e Seely Allysa de bronze. O triatlo terá a própria estréia nos Jogos Paralímpicos no Rio 2016, sendo 750 m da natação, 5 km da corrida, e 20,64 km do ciclismo.

Compartilhe

Deixe uma resposta

FOLLOW @ INSTAGRAM